LIÇÃO 191

EU SOU O PRÓPRIO FILHO SANTO DE DEUS.

Eis a declaração da tua liberação da prisão do mundo. E aqui o mundo todo também é liberado. Não vês o que fizeste quando deste ao mundo o papel de carcereiro do Filho de Deus. O que mais ele poderia ser, senão perverso e temeroso, cheio de medo das sombras, punitivo e selvagem, irracional, cego e insano de ódio?

O que fizeste para que esse fosse o teu mundo? O que fizeste para que seja isso o que vês? Nega a tua própria Identidade e isso é o que resta. Olhas para o caos e declaras que ele é o que tu és. Nada do que vês deixa de testemunhar isso a ti. Não há sons que não falem da tua fragilidade, interna e externa, não há ar que respires que não pareça aproximar-te da morte, não tens esperança alguma que não se dissolva em lágrimas.

Nega a tua própria Identidade e não escaparás da loucura que induziu a esse pensamento estranho, antinatural e fantasmagórico que escarnece da criação e ri de Deus. Nega a tua própria Identidade e estarás investindo sozinho contra o universo, sem um amigo, uma diminuta partícula de pó contra as legiões dos teus inimigos. Nega a tua própria Identidade e olharás para o mal, o pecado e a morte; observarás o desespero arrancar das tuas mãos toda migalha de esperança, nada te deixando a não ser o desejo de morrer.

No entanto, o que é isso, senão um jogo teu em que a identidade pode ser negada? Tu és como Deus te criou. É loucura acreditar em qualquer outra coisa além disso. Através deste único pensamento, todos são libertados. Através dessa única verdade, todas as ilusões desaparecem. Através deste único fato, a impecabilidade é proclamada como parte de tudo para sempre, o núcleo central da existência de tudo e a garantia de imortalidade para todas as coisas.

Mas deixa que a idéia de hoje encontre um lugar entre os teus pensamentos e terás erguido a ti mesmo além do mundo e de todos os pensamentos mundanos que o mantêm prisioneiro. E deste lugar de segurança e liberdade, voltarás e o libertarás. Pois aquele que pode aceitar a sua verdadeira Identidade está verdadeiramente salvo. E a sua salvação é a dádiva que ele dá a todos, em reconhecimento para com Aquele Que indicou o caminho para a felicidade que mudou toda a sua perspectiva do mundo.

Um pensamento santo como esse e tu estás livre: tu és o próprio Filho santo de Deus. E com esse santo pensamento também aprendes que libertaste o mundo. Não é preciso usá-lo com crueldade, para então perceber nele essa selvagem necessidade. Tu o libertas da tua própria prisão. Não verás uma imagem devastadora de ti mesmo andando aterrorizada por um mundo que se contorce em agonia porque os teus medos depositaram a marca da morte no seu coração.

Alegra-te, hoje, por ser tão fácil desfazer o inferno. É preciso apenas dizer a ti mesmo:

Eu sou o próprio Filho santo de Deus.
Não posso sofrer, não posso sentir dor; não posso sofrer nenhuma perda e nem fracassar em fazer tudo o que a salvação pede.

E com esse pensamento tudo o que olhas muda totalmente.

Um milagre iluminou todas as antigas e escuras cavernas onde os ritos da morte ecoaram desde o inicio dos tempos. Pois o tempo perdeu o controle que tinha sobre o mundo. O Filho de Deus veio em glória para redimir os perdidos, salvar os impotentes e dar ao mundo a dádiva do seu perdão. Quem poderia ver o mundo como se fosse escuro e cheio de pecado quando o Filho de Deus veio novamente para enfim libertá-lo?

Tu, que te percebes fraco e frágil, com esperanças inúteis e sonhos devastados; tu, que nasceste apenas para morrer, chorar e sofrer dor, ouve isso: a ti todo o poder é dado na terra e no Céu. Nada é impossível para ti. Jogas o jogo da morte, como se fosses impotente, miseravelmente atado à dissolução em um mundo que não te demonstra nenhuma misericórdia. Mas, quando fores misericordioso para com ele, a sua misericórdia brilhará sobre ti.

Então, deixa o Filho de Deus despertar do seu sono e abrindo os seus olhos santos, voltar mais uma vez para abençoar o mundo que fez. O mundo começou no erro, mas terminará no reflexo da sua própria santidade. E ele não mais dormirá e nem sonhará com a morte. Então, une-te a mim hoje. A tua glória é a luz que salva o mundo. Não detenhas a salvação por mais tempo. Olha o mundo à tua volta e vê o sofrimento que está lá. O teu coração não está disposto a trazer o descanso aos teus irmãos fatigados?

Eles terão que esperar pela tua própria liberação. Ficam acorrentados até que sejas livre. Não conseguirão ver a misericórdia do mundo enquanto tu não a achares em ti mesmo. Eles sofrerão dor até que negues o seu domínio sobre ti. Morrerão até que aceites a tua própria vida eterna. Tu és o próprio Filho santo de Deus. Lembra-te disso e o mundo inteiro será livre. Lembra-te disso e a terra e o Céu serão um só.

Anúncios

Sobre silvanabarbedo

Estudante de Astrologia, Mestre de Reiki, interessada em espiritualidade, Arte, Relações Humanas.
Esse post foi publicado em Um Curso em Milagres. Bookmark o link permanente.

http://umcursoemmilagres.wordpress.com/

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s